segunda-feira, 30 de agosto de 2004

Sobre o desabamento em Guarulhos

Coisa mais estranha isso. Milhares de sensações, tudo ao mesmo tempo agora:

"Estava escuro, ele não conseguia ver nada. Deixei meu celular com ele, porque tem uma luz, e pensei que ele poderia se despedir de alguém", afirmou Jimenez, que soube depois que esse jovem está no hospital Beneficência Portuguesa.

Tem mais lá na Folha.

Um comentário:

di oliveirah disse...

olá? acabei de conhecer seu blog e um pouco sobre vc. vc deve ser legal. é o tipode garota que preciso. sabe, estou com uma duvida cruel. Todo relacionamento tem que ser sustentado por comentários sobre a vida dos outros, sejam estes amigos, inimigis, etc..?? As pessoas que eu considero como amigos estão de prova que eu evito de falar mau de outrem. Mas, por ser assim, parece que eu não tenho personalidade. Vou explicar. Tem pessoas muito menos interessantes do que eu, mas porque eles comentam sobre tudo e todos, eles são considerados amigões... Não quero entrar numa amizade, num namoro e sustentá-lo com falácias e fofocas. Não quero, mas se todos for assim, o que devo fazer??? parece meio esquisito ,já que nem te conheco. Mas é por isso mesmo que te pergunto. ok?!