segunda-feira, 11 de maio de 2009

Cervelle de pigeon

Esquenta em Beijing e a pedida é sair à rua. Bicicletas, amigos, quem sabe música e cervejinha antes ou depois do passeio. Pois foi este o programa do final de abril, com minhas amigas Paula e Tarsila e o francês Pierre, que de violão em punho nos brindou com Adieu minette, ou Adeus, garota.

A música de Renaud, um sessentão francês que bebeu da fonte do movimento estudantil de 1968 em Paris para começar a compor e protestar contra os hábitos da pequena burguesia, as injustiças sociais e todas estas outras futilidades da boa vida não proletária, tem uma ironia e um sarcasmo rasgados para falar destas garotas cabecinha de vento. Na versão francesa, "cérebro de pomba", expressão que dá título a este post.

Eu, cerebrinho avícola (com todo o respeito à classe penosa) fiquei com o som francês na cabeça, peguei uma câmera e saí por Beijing cantarolando à noite, pra tentar registrar a capital num quê de escuro, mas em temperaturas pra lá de agradáveis, como estas nas casas dos 20ºC que agora são comuns por aqui quando cai o sol.

O registro ruim somado à inabilidade no editor de vídeos não garante um resultado dos mais animadores. Mas é de coração, espero que cliquem.

Bici à noite from Janaína Camara da Silveira on Vimeo.

12 comentários:

sebastiao disse...

nossa, que voz linda. sério.

sebastiao disse...

Outra coisa, achei a edição bem legal, embora o vídeo tenha ficado um pouco longo. A única coisa a melhorar é a captação. Ass.: o chato

chico disse...

nada mal para quem se diz "cerebro de passarinho"!
piu*





*curti!!!

Jana Jan disse...

Que bom que curtiram. Então, Tião. Depois desta experiência noturna, percebi que minha pobre maquineta não dá conta do recado noturno em movimento. Ou seja, pouca luz e pouco tempo para fazer o foco. E nem eu, na realidade, tenho lá habilidade pra filmar e pedalar. Sobre ser longo, também achei. Esta que é a mierda da internet, como não tem limitação de tempo, a gente vai se empolgando.

Sobre a voz, obrigada. Sem falsa modéstia, eu curto também. E no final, é o que sai de melhor. Vou deixar de filmar e editar e me dedicar à vida de off. hehe

kika disse...

Ai que legal ouvir tua voz! Bem bonita mesmo :)

Olha, acho se tu tivesse incluído mais uma narrações com dicas o vídeo não teria parecido longo (porque na real não é LONGO, né).

Achei as imagens boas, só quando tu filmou em movimento (tava na bicicleta?) que ficou um pouco "vertiginoso". Outro dia também inventei de fazer um vídeo quando tava no táxi, depois fui assistir de ressaca. Cara, não recomendo hehe


Parabéns e vai postando mais uns vídeos pra gente ;D

Jana Jan disse...

Adorei a dica: não assista de ressaca. HAHA.

Então, a coisa da bicicleta não ficou boa mesmo. E realmente falo bem pouco, né. Tens razão, fica meio perdido se o objetivo é explicar um pouco de Beijing.

Yara Tropea disse...

A primeira coisa que eu pensei foi: nossa que voz linda.

Depois eu adorei a musiquinha. Tá escuro, mas dá pra ver. Ô Jana, eu gostei. Melhor do que o primeiro da maioria das pessoas. Tb acho que vc podia falar mais.

Tô esperando o próximo.

Jana Jan disse...

Olha, vou levar em conta o que vocës falam. E com tantos elogios à voz, pelo menos já sei que posso tentar a vida em telemarketing. Um amigo via e-mail sobre o mesmo vídeo: "Gostei do video, mas acho que vc tem que narrar mais a sua historia. No começo, quando vc fala com a voz do "telesexo", te juro parece uma materia do Fantastico.... depois é so treinar o olho"

Ahaha. adorei a voz do telesexo.

Ju disse...

Adorei o passeio. Aliás, vou passar o link pros próximos hóspedes q vierem pra cá ;-)

Sérgio Lüdtke disse...

Jana, adorei este travelling. Uma bela sacada e o resultado é de uma serenidade encantadora. Beijing.

Jana Jan disse...

Ju, tomara que os hóspedes venham no calor. Acho tão melhor.

Sérgio, gostei da tua definição para o resultado. Na verdade, o que tenho em mente é fazer em vídeo o que gosto de escrever, nada tão jornalístico. Meio que relatos em imagens e sons.

:)

Cardoso disse...

Mais ça c'est très bon! Et je pense que tu parle bien le noichise! Quelle surprise!

:)