segunda-feira, 23 de março de 2009

Calcinha

Deixei um comentário no clicRBS num post sobre calcinhas beges e a quantidade de gente que chegou aqui a partir do comentário é impressionante. Pelo visto, o povo gosta de saber quem veste calcinhas de bichinhos e que tais, segundo o comentário que deixei por lá. Engraçado. Aliás, talvez um dia devesse fazer um post sobre as calcinhas que encontro por aqui. Incompráveis. Sutiãs até que achei alguns, mas o que tem de inspiração barroco-renda-rococó, vou te contar...

Agora, espanto mesmo eu tive ao ler sobre o livro Zonas Úmidas, da "neofeminista" alemã Charlotte Roche. Pois a moçoila cai de pau na depilação, dizendo que a moda virou obsessão, e ainda sobra pra gente, pobres brasileiras, tão adeptas deste costume. Segundo Charlotte, ela gosta é de sair de calcinha furada e passar gotas do líquido vaginal como perfume.

Eu sinceramente me pergunto o que isso tem a ver com feminismo. Parece uma atitude punk-mulherzinha com características de autoajuda para quem ainda não se encaixou no universo amoroso se encontrar. Ou até para quem já se encaixou. Algo como: na era das mulheres com independência financeira, deixem-nos também sermos independentes para não nos depilarmos, arrumarmos e perfumarmos. Sério, uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Será que eu, aos 31 e com calcinhas de bichinhos, também poderia lançar um manifesto feminista? Ou deveria apenas continuar a usar o que mais me convém porque é assim que considero o mundo como mundo, um espaço para as minhas escolhas - e a das outras pessoas também?

Falando em depilação, o post logo abaixo conta sobre o espanto do portuguezinho Pero Vaz de Caminha ao ver as índias brasileiras totalmente sem pelos pubianos. No texto de 1500, ele manda um recado para as portuguesas: que aquelas, as européias, tivessem vergonha de tanta cabeleira. Pois mais de meio milênio se passou e tem gente que ainda não aprendeu. Só falta completar com calcinha bege furada.

2 comentários:

Tríssia Ordovás Sartori disse...

Hahah
É bem engraçada a interpretação que as pessoas dão para o tema, né? É incrível como as percepções são diferentes...

Jana Jan disse...

Sim, depilação é só um jeito de se manter limpinha. O ficar mais atraente vem como bônus - aliás, mais do que merecido depois da tortura que é arrancar os pêlos.